Introdução

Em 2015, ocorreu o trágico rompimento da barragem de rejeitos de Fundão da Samarco em Mariana (MG). Investigado pelas autoridades brasileiras e por consultoria internacional independente, o rompimento trouxe severos danos sociais e ambientais – incluindo a perda de 19 vidas, sendo que uma pessoa não foi encontrada, e a destruição das comunidades de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, além do impacto causado a cidades ao longo da bacia do rio Doce, de Minas Gerais até sua foz e proximidades no estado do Espírito Santo, em função do percurso da pluma de rejeitos.

Para gerenciar esses impactos e, pouco a pouco, buscar resgatar a confiança da sociedade brasileira, é necessário estruturar uma nova Samarco, com novas competências. Como bases do seu modelo operacional estão a reparação ambiental e social, a segurança, os aprendizados e o compromisso de compartilhá-los com o setor de mineração e com a sociedade.

Pacto Global

Como parte do compromisso da Samarco com a prestação de contas, este relatório também faz referência ao desempenho organizacional quanto aos dez princípios do Pacto Global das Nações Unidas. A indicação da correlação de cada conteúdo com os princípios é demonstrada por meio de ícones nas aberturas de capítulos.

A Empresa divulga, neste relatório, as ações de resposta ao trágico rompimento da barragem de Fundão em Mariana (MG)

Este Relatório Bienal 2015-2016 presta contas de um cenário complexo – no qual, mais do que nunca, a transparência figura como uma obrigação da Empresa para com a sociedade brasileira.

O documento traz indicadores sociais, ambientais e econômicos de desempenho para os dois anos, em atendimento à metodologia de relato da Global Reporting Initiative (GRI), e detalha as ações de resposta da Samarco ao rompimento da barragem de Fundão. Isso inclui o conjunto de medidas emergenciais ambientais e humanitárias, a estruturação do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) e o processo de constituição da Fundação Renova, que se dedicará a reparar, restaurar e reconstruir as regiões impactadas.

A narrativa dos fatos abrange as atividades da Samarco em 2015 e 2016, além das ações emergenciais desenvolvidas pela Empresa até o início das atividades da Fundação Renova – em agosto do ano passado. As ações subsequentes serão divulgadas no relato de atividades da Fundação Renova (saiba mais em www.fundacaorenova.org).

A Samarco lamenta profundamente as mortes associadas ao rompimento da barragem de Fundão. Abaixo, estão os nomes dos membros da comunidade e empregados – Samarco e contratados – que perderam suas vidas em 5 de novembro de 2015.

Os sentimentos e orações de cada empregado da Samarco se direcionam, desde então, para os familiares e amigos das vítimas.

Vítimas da comunidade

Maria Elisa Lucas
60 anos
Contagem – estava em Bento Rodrigues a passeio

Antônio Prisco
65 anos
Bento Rodrigues

Maria das Graças Celestino da Silva
65 anos
Bento Rodrigues

Emanuele Vitória Fernandes
5 anos
Bento Rodrigues

Thiago Damasceno Santos
7 anos
Bento Rodrigues

Empregados e contratados

Ailton Martins Dos Santos
55 anos
Motorista III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Claudemir Elias Dos Santos
41 anos
Motorista III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Cláudio Fiúza Da Silva
41 anos
Servente
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Daniel Altamiro de Carvalho
53 anos
Operador de máquinas III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Edinaldo Oliveira de Assis
40 anos
Operador de máquinas III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Edmirson José Pessoa
49 anos
Técnico Serv Administrativo Sr
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Samarco Mineração S.A.
Desaparecido*

Marcos Aurélio Pereira Moura
34 anos
Visitante
Empresa Produquímica Industria e Comercio S.A.

Marcos Roberto Xavier
32 anos
Motorista de Caminhão
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Vix Logistica S.A.

Mateus Márcio Fernandes
29 anos
Mecânico de Manutenção
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Manserv Montagem e Manutencao S.A.

Pedro Paulino Lopes
56 anos
Mecânico de Manutenção
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Manserv Montagem e Manutencao S.A.

Samuel Vieira Albino
34 anos
Sondador
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Geocontrole Br Sondagens S.A.

Sileno Narkievicius de Lima
46 anos
Motorista III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Vando Maurílio Dos Santos
37 anos
Motorista III
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Integral Engenharia Ltda

Waldemir Aparecido Leandro
48 anos
Auxiliar de Sondagem II
estava a trabalho na barragem de Fundão
Empresa Geocontrole Br Sondagens S.A.

* Situação até a publicação deste relatório.